P.O. BOX 116 / CP 2874 - 908
MONTIJO - PORTUGAL

Entrada
Origem - História
Percurso da CB
Certificado de Registo
Rádios homologados
Material Disponivel

Dicas sobre :

Rádios
Serviço Rádio CB
Antenas
Fontes de alimentação
Cabo coaxial
Considerações finais

Abreviaturas Cebeístas
Códigos "Q" "RST" e "N.º"
Códigos "10"

Guia Prático :

Características Emissores-Receptores CB
Potência de emissão
Tipos de modulação
Instrumentos de regulação
Os acessórios
Como instalar um rádio CB em móvel

Canais e Frequências
Canais gerais
Biografia do Operador
Linguagem da CB - Termos

Esquemas :

Acoplador de antena
Micro com ganho
Roger beep
Antena > Quadra cúbica
Antena > Passo em frente

Canais Específicos
Legislação DL 47/2000
Legislação GERAL

Normas sobre DX :

Nota breve
Cartilha DX´ista
Software para saber propagação
Alfabeto fonético
Código Morse
Cuidados indispensáveis
QSL´s

Avarias mais comuns
O Tráfego CB - Cartilha
A História de uma QSL
Oração do Cebeísta
Publicações úteis - I
Publicações úteis - II

Contacto

Click for Montijo, Portugal Forecast
CIDADE - MONTIJO
 
DICAS SOBRE

Antenas :

  • É o elemento final de um sistema de transmissão, que tem a função de mandar para o espaço ou receber os sinais gerados por um transmissor. Ex, Rádio.

  • Estes sinais são mandados para o espaço e serão captados por outras antenas com as mesmas características de uma antena que os emitiu.

  • Ex, Ao colocarmos dois violões de costas um para o outro, com a mesma afinação e tocarmos uma de suas cordas, veremos que a mesma corda do outro violão também vibrará.

  • O fenómeno ocorre porque os dois instrumentos foram construidos e afinados para vibrarem na mesma freqüência.

  • Uma boa antena é de fundamental importância para uma boa transmissão, porém as condições atmosféricas determinam se as ondas eletromagnéticas emitidas pela transmissão de um rádio irão propagar-se por longas distâncias ou não.

  • A propagação das ondas é uma coisa muito relevante nas comunicações, não ha, visualmente, como saber se a propagação vai ser boa ou não, ou estar "aberta" ou "fechada" como dizem os radioamadores.

  • Quando a propagação está "aberta", as ondas eletromagnéticas conseguem chegar até a ionosfera e retornar à terra, sendo recebida por outras estações em lugares distantes.

  • Quando a propagação está "fechada", as ondas eletromagnéticas não conseguem chegar até a ionosfera, perdendo-se no caminho.

  • Assim com a propagação "fechada", obtemos sucesso apenas nas transmissões locais.

Factores (gerais) determinantes numa antena de CB em BASE :

  • Faixa de frequências

  • Tipo

  • Impedância

  • Potência máxima admissível

  • Polarização

  • Radiação

  • Banda passante

  • Largura de banda

  • Ganho

  • Ajustes

  • Radiais

  • Durabilidade

  • Material de fabrico

  • Altura

  • Flexibilidade

  • Localização

  • Peso

  • Resistência ao vento

  • Montagem

  • Acessos

NOTA IMPORTANTE :

  • Uma "boa" estação de CB é reconhecida , mais pelo bom desempenho da sua antena e nunca pelas caracterísisticas do equipamento utilizado .

  • Sendo a antena o principal elemento de uma estação, é sempre aconselhável fazer uma criteriosda afinação da mesma , quer para minimizar as estacionárias quer para a ajustar à frequência intermédia em que transmitimos regularmente.

  • Lembe-se que se a antena estiver bastante desajustada, grande parte do sinal "perde-se" e, em casos extremos, pode mesmo levar a danificar o rádio CB, (pelo retorno da "carga") se a potência for elevada .